Colunistas 
HomeColunistasPalavras de Bênção • Abençoados

Palavras de Bênção

Abençoados

Imprimir artigo Enviar este artigo para um amigo. 
Verdadeiramente ele tomou sobre si as nossas enfermidades, e carregou com as nossas dores; e nós o reputávamos por aflito, ferido de Deus, e oprimido. Mas ele foi ferido por causa das nossas transgressões, e esmagado por causa das nossas iniqüidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados. Isaías 53:4-5

Hoje é sexta-feira santa. Esta data tem muito a nos dizer.
Neste dia, há muitos anos atrás, o Senhor Jesus Cristo se oferecia em nosso lugar no Calvário.

Fez tudo por amor, sendo obediente ao Pai até a morte. Tudo para que a dívida que existia, no mundo espiritual e material sobre nós, fosse anulada e nós pudéssemos novamente ter comunhão com o Senhor Deus.

No período do Antigo Testamento o Espírito de Deus habitava dentro da Arca, no período do Novo Testamento o mesmo Espírito Santo habitava no Senhor Jesus. Após sua ascensão aos céus, Ele não nos deixou órfãos, mandou o Consolador, que passou habitar dentro do novo espírito de cada cristão.

Mas não é apenas isto! Sua obra foi completa na Cruz!
Venceu a morte e o diabo! Todo autoridade e poder foi-lhe dado nos céus e na terra! Restabeleceu nossa comunhão com Deus Pai. Nos transportou do império das trevas para o Reino do Filho. Deu-nos autoridade para pisar serpentes e escorpiões
(Mt 28:18, Lc 10:19, Cl 1:13).

Nos deu também a Palavra de vitória, promessas preciosas para nos apossarmos das bênçãos e nossa herança. A revelação da Palavra nos faz apoderarmos das bênçãos.

Ele levou sobre si nossas enfermidades e dores. Pelas suas chagas somos curados, mediante a fé na Palavra.

Morreu por nossos pecados, para nos transformar em justificados diante de Deus Pai.

Não somos órfãos desamparados, não somos miseráveis pecadores sem perdão. Somos justificados em Cristo. O Senhor Deus quando nos olha, nos vê como justificados.
Justificação não é uma declaração de absolvição do ímpio ou uma anistia do pecador. É uma herança na nova criatura em Cristo.
O homem é justificado, declarado justo por Deus pela fé através do sangue de Jesus. Esta nova condição é alcançada por meio da fé no que a Palavra declara (Ef 4:24 e Rm 4:25).

É a imagem da justiça! Você se vê como justificado em Cristo? O Pai te vê assim.

Não sofras desnecessariamente por não exercitar tua autoridade em Cristo.

Somos abençoados em Cristo. A mesma bênção dada a Abraão foi-nos dado por Jesus Cristo. Está escrito isto em Gálatas 3:13 e 14

Foi anulada a maldição da Lei porque foi cumprido a exigência da mesma Lei quanto ao sacrifício de um cordeiro sem manchas para tirar o pecado e foi-nos dado a bênção.

Creia e busque o Senhor em sua Palavra. Ele iluminará seu entendimento para que você se apodere das preciosas promessas.

Sua Palavra é nossa vitória. É nossa herança. É nossa força.

SHEVA BRACHOT (ABUNDÂNCIA DE BÊNÇÃOS)
MANOEL VALENTIM



Palavras de Bênção: Manoel Vicente Valentim Neto é evangelista. Oficial de Engenharia do Exército Brasileiro, formado pela Academia Militar das Agulhas Negras. É Mestre em Aplicações Militares e Pós-Graduado em Comunicação Social. Com especialização também em Modificabilidade Cognitiva, PEI – Nível I em Jerusalém – Israel. Bacharelando em Teologia e Graduado Nacional em Liderança Avançada pelo Instituto Haggai.

Site: http://www.manoelvalentim.com.br
Blog: http://manoelvalentim.blogspot.com
Este artigo foi lido 1286 vezes.
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.